A Cidade e as Serras

Autor Eça de Queirós
Coleção Tesouros da Literatura
ISBN 9789896687779
PVP 12.69€ (IVA incluído) Preço fixo até 31-03-2022
1.ª Edição outubro de 2020
Edição atual 1.ª
Páginas 304
Apresentação Capa mole
Dimensões 140x208x19 mm
Idade 15+
Categorias Ensino Secundário Outros Títulos Recomendados Homepage Novidades Secundário 3.º Ciclo de Ensino Básico Plano Nacional de Leitura e Aprendizagens Essenciais

Uma obra magnífica de Eça de Queirós.

Neste romance é-nos contada a história de Jacinto, um jovem português, oriundo de uma família abastada, que vive em Paris rodeado de todos os luxos, das mais recentes descobertas da ciência e da mais moderna tecnologia.

Tudo à sua volta está «abarrotado de Civilização», mas a sua insatisfação e o seu aborrecimento são permanentes. Até que decide ir até Tormes, terra natal dos seus antepassados. Para a viagem da capital francesa até à província portuguesa, são preparadas dezenas de caixotes e malas, mas inesperadamente acaba por chegar sem nada. Este acaso vai permitir-lhe experimentar as coisas simples da vida e é então que ocorre uma mudança profunda: privado das coisas materiais, o seu lado humano floresce e Jacinto torna-se uma pessoa diferente.

Esta edição apresenta uma cuidada revisão de atualização e uniformização do texto, respeitando o novo acordo ortográfico, e é valorizada pelo prefácio do escritor José Jorge Letria.

«Um belo livro para descobrir Eça de Queirós no final da sua vida. Um romance que, neste tempo confuso, incerto e cada vez mais dividido entre a tecnologia e as coisas simples do quotidiano, mantém intacta a sua atualidade temática, sempre servida por um estilo de escrita único e inultrapassável. Para ler e reler.» in Prefácio de José Jorge Letria

Um clássico sempre atual sobre o confronto entre bens materiais e espirituais.

A Coleção Tesouros da Literatura, da qual este livro faz parte, oferece uma cuidada seleção de obras fundamentais da Literatura Universal, muitas das quais são recomendadas pelas Metas Curriculares de Português e pelo Plano Nacional de Leitura.

Eça de Queirós

José Maria Eça de Queirós nasceu a 25 de novembro de 1845, na Póvoa de Varzim.

Formou-se em Direito na Coimbra romântica e boémia dos anos 60, onde se deixou influenciar pelas correntes estéticas e ideológicas da vida literária desses anos: socialismo, realismo e naturalismo.

Conheceu a experiência do jornalismo n’O Distrito de Évora e na Gazeta de Portugal, onde colaborou, escrevendo para folhetins. Trabalhou grande parte da sua vida como cônsul, primeiro em Havana e depois em Inglaterra. Eça de Queirós era um observador atento da sociedade do século XIX e não deixou que a distância o impedisse de escrever acerca daquele que foi um dos pilares das suas obras: a crítica aos costumes do seu país.

As suas obras já foram traduzidas para mais de vinte línguas.