A Família Monstro 1: O Torneio dos Feiticeiros

Autor Bruno Matos e Raquel Carrilho
Coleção A Família Monstro
ISBN 9789895644568
PVP 10.99€ (IVA incluído) Preço fixo até 31-10-2022
1.ª Edição maio de 2021
Edição atual
Páginas 128
Apresentação Capa mole
Dimensões 40x185x10 mm
Idade 7+
Categorias 1.º Ciclo de Ensino Básico 2.º Ciclo de Ensino Básico Outros Títulos Recomendados Outros Títulos Recomendados Homepage 1.º Ciclo

Bem-vindo a Monstrópolis!
A Mamã Ogre, a Vamp, o Franko, o Mumu e o Flic são a Família Monstro e já estão à  tua espera para, juntos, viverem aventuras monstruosamente divertidas.

A Família Monstro acaba de receber uma visita inesperada e um pouco assustadora. Quem será o responsável por todo aquele barulho no sótão? E quem falou num torneio de feiticeiros? Será mesmo verdade? Com magia e monstros a sério?

Ilustrações apelativas e com grande dose de pormenor.Secções finais como BÓNUS: com Sabias que…, curiosidades, charadas e jogos, receitas, e muito mais. Cada personagem, tendo em conta a sua personalidade e gostos, apresentará uma secção diferente.
Uma nova coleção escrita e ilustrada por nomes portugueses, e apadrinhada por Nuno Caravela, autor d’ O Bando das Cavernas.

Bruno Matos e Raquel Carrilho

Bruno Matos nasceu em 1975 e sempre quis contar histórias. Autodidata, começou pela BD aos 5 anos, passando depois pela  escrita e pela ilustração, tendo publicado o seu primeiro livro em  2001. Formou--se em Relações Públicas e Publicidade, tem uma Pós-Graduação em Produção de Televisão e trabalhou muitos anos na RTP. Gosta de escrever histórias que possam ser lidas por leitores de todas as idades e que os desafiem a descobrir o que se esconde na próxima página. A sua única especialidade culinária é o arroz-doce, rege-se pela frase «com grandes poderes vêm grandes responsabilidades» e  é o criador do Lusitano, um super-herói 100% português cujas aventuras em BD podem ser encontradas online. Vive com a mulher e o filho no concelho do Seixal e adora gatos. 

Raquel Carrilho é natural da Sertã. Começou a desenhar aos três anos e aos quatro já se iniciava na leitura. Iniciou o seu percurso na área de Línguas e Relações Empresariais, e aprendeu japonês para estreitar a relação com a cultura japonesa, que tanto adora. Apaixonada por representação e animação, fez dobragem de voz para o filme Bolt, da Disney, e traduziu episódios para os canais Panda Biggs e Nickelodeon. Enveredou por Design de Comunicação e Produção Audiovisual, adquirindo algumas das ferramentas que lhe permitiram dar cor às personagens da coleção A Família Monstro. Dona de uma criatividade aguçada e frenética, deseja passar todas as ideias e histórias do seu imaginário para o papel e já  tem na manga algumas ideias para livros infantojuvenis alusivos à realidade portuguesa.