A História de Stuart Little

Autor E. B. White
Coleção Clássicos
ISBN 9789898855169
PVP 13.99€ (IVA incluído)
1.ª Edição janeiro de 2017
Edição atual 1.ª
Páginas 144
Apresentação capa mole
Dimensões 130x198x10 mm
Idade 8+
Categorias 1.º Ciclo de Ensino Básico Plano Nacional de Leitura e Aprendizagens Essenciais 2.º Ciclo de Ensino Básico 3.º Ciclo de Ensino Básico Plano Nacional de Leitura e Aprendizagens Essenciais Plano Nacional de Leitura e Aprendizagens Essenciais
  • Ler+

Plano Nacional de Leitura

Literatura - Dos 9 aos 14 anos

Um dos maiores clássicos da literatura para crianças, lido por milhões em todo o mundo. Ninguém esquece este pequeno herói de enorme coragem!

A chegada de Stuart Little à família foi uma surpresa para todos: os pais e o seu irmão George são humanos, mas Stuart é um ratinho. Vivem juntos em Nova Iorque, com o gato Snowbell, e as coisas nem sempre são fáceis para Stuart devido ao seu tamanho. Cedo revela inteligência e coragem, mas é quando resolve procurar a sua melhor amiga, uma pequena ave chamada Margalo, que ele mostra a sua bondade e determinação. Ao enfrentar de forma brilhante todas as dificuldades com que se depara, Stuart Little prova que a força de um herói não se mede pelo seu tamanho, mas pela sua audácia.

Livro de estreia de E. B. White na literatura para crianças, repleto de peripécias e de personagens irresistíveis, A História de Stuart Little é uma obra inesquecível sobre a perseverança e a amizade.

E. B. White

Nascido em Nova Iorque, foi desde sempre um apaixonado pela literatura e pela escrita. Aos 22 anos começou a trabalhar na revista The New Yorker, onde permaneceu como editor e jornalista durante toda a sua carreira.

E. B. White escreveu três livros para crianças que se tornaram clássicos mundiais e que foram também adaptados para cinema: A Teia de Carlota (ed. Booksmile, 2016, distinguido com o Newbery Honor Book), A História de Stuart Little (distinguido com a Laura Ingalls Wilder Medal) e O Cisne e o Seu Trompete.

Muitos jovens leitores perguntaram ao autor se as suas histórias eram verdadeiras. Numa carta aos fãs, ele respondeu: «Não, são contos de fadas… mas existe a vida real e também a vida da imaginação.»

Além de livros para crianças, E. B. White escreveu poesia e diversos ensaios, que lhe valeram numerosas distinções, entre as quais um prémio Pulitzer.